terça-feira, 1 de setembro de 2015

Bruschetta de Queijo Brié, Tomates Cherry e Sementes de Sésamo Negras

 Hoje deixo-vos a sugestão de uma decliciosa e colorida Bruschetta que antevê uma entrada ou um lanche perfeito! ;)


Ingredientes:
| fatias de pão rústico (usei de centeio)
| manteiga de alho (ou manteiga simples polvilhada com alho em pó)
| queijo brié qb
| azeite qb
| Tomate cherry vermelho qb
| Tomate cherry amarelo
| azeitonas qb
| pimenta a gosto
| Sementes de sésamo negras a gosto
| orégãos a gosto

Preparação:
Toste o pão, coloque-o num tabuleiro forrado com papel vegetal e barre uma das faces com manteiga de alho (ou com manteiga simples e polvilhe com alho em pó).
Coloque em toda superfície finas fatias que queijo brié.
Corte a meio os tomates cherry, retire as sementes e disponha as metades sobre o queijo aleatoriamente. Descaroce as azeitonas e coloque tb sobre o queijo.
Regue com um fio de azeite, tempere com umas pedrinhas de flor de sal marnoto e os oregãos.
Polvilhe com as sementes de sésamo.
Leve ao forno até o queijo derreter.
Sirva esta delicia de imediato! :)



 By Carla.
********

 o desafio do mês de setembro na sua 28ª edição do “Dia Um… Na Cozinha” foi a Bruschetta!
Reza a história, que estas pequenas delicias, têm a sua origem na antiguidade e nasceram da necessidade de aproveitar o pão “velho”, tornando-o apetecível, quando aquele era o principal alimento dos trabalhadores.
O termo Bruschetta (pronuncia-se brusqueta) é originário das regiões do Lazio e de Abruzzo, derivada da palavra "bruscato" que significa tostado ou torrado, quer seja no forno ou na grelha. Há também outros nomes para bruschetta, como "Fetunta", na região da Toscana, aí derivado das palavras "fetta unta", isto é, fatia untada, no caso, com azeite de oliva.
A clássica bruschetta é feita com uma fatia de pão italiano rústico, de farinha escura e grossa, de casca dura, tostada na grelha, esfregada com alho, untada com abundante azeite e polvilhada com sal e eventualmente com pimenta-do-reino. Mas a diversidade do pão e dos recheios não têm fim, bastando para isso a imaginação e os ingredientes disponíveis. É um saboroso antepasto ou mesmo uma simples refeição.

Logo decidi que usaria os ingredientes que mais gosto, desde o pão rustico, as sementes, o queijo ...
e claro tinha de ser decliciosa e colorida a minha Bruschetta! ;)
se assim o pensei, assim o fiz! 
Espero que gostem tanto quanto eu!
Estou a imaginar as delicias que irão ser apresentadas no desfile do “Dia Um… Na Cozinha”! :)

segunda-feira, 31 de agosto de 2015

Mousse de Chocolate



eu adoro chocolate e a mousse para mim, é um hino a esta pequena maravilha da natureza!


sei que me atrocidam se disser que adoro mousse de chocolate instantânea! :D
mas é verdade, gosto mesmo ... principalmente pela consistência espessa :p

pela primeira vez eu decidi fazer uma mousse de chocolate caseira ... andei a investigar umas receitas e acabei por me render à receita da Luísa Alexandra que prometia ser deliciosa ...

não me enganou de facto :)
mesmo muito boa ... adorada por todos que provaram ... mas eu vou continuar à procura de uma receita que me prometa que fique com consistência espessa como eu adoro :p


transcrevo a receita com o meu toque e adaptada à preparação tradicional:


Ingredientes:
| 200 gr. de Chocolate de Culinária em barra (negro)
| 170 gr. de Açúcar
| 6 Ovos
| 150 gr. de Margarina (usei vaqueiro liquida)

| 1 pitada de Flor de Sal Marnoto

| café em pó a gosto (ou outro pó de cereais tipo pensal, bolero, mokambo ... etc) - facultativo

Preparação:

Coloque o chocolate partido em pedaços com a margarina num tachinho ao lume brando mexendo com regularidade até derreter.
Entretanto bate-se as claras em castelo com uma pitada de flor de sal para ajudar a ficar bem espessas, quando estiverem quase prontas, junte o açúcar pouco a pouco e reserve.
Entretanto ao chocolate que já derreteu junte as gemas em fio mexendo sempre e deixe cozinhar mais um pouco, retire e deixe arrefecer um pouco.
De seguida junte o creme de chocolate às claras, delicadamente em movimentos circulares de cima para baixo.
Verta o preparado em tacinhas individuais ou numa taça maior e leve ao frigorifico, de preferência de um dia para o outro.
Sirva bem fresca :)
Na hora de servir polvilhe com café em pó! Dá-lhe um toque divinal à mousse!



Espero que gostem!
Carla

domingo, 30 de agosto de 2015

Mousse de Ananás e Côco light



 Havia um almocinho bom a sair do forno, mas não havia sobremesa boa :(

... mas, havendo gelatinas, iogurtes e claras de ovo, não há motivo para não haver sobremesa boa para nos deliciarmos sem culpas! :)


Não acredita? Ora veja, experimente e aprove! ;)




Ingredientes:
- 4 claras de ovo
- 4 iogurtes naturais ou de aroma (usei de aroma ananás)
- 2 saquetas de gelatina ananás sem açúcar
- 200 ml de água a ferver
- 4 colheres de sopa de côco ralado (+ necessário para decoração)
- uma pitada de Flor de Sal Marnoto


Preparação:
Dilua as 2 saquetas de gelatina na água a ferver e reserve.
Bata as claras em castelo com uma pitada de Flor de Sal para ficarem bem firmes.
Voltando à Gelatina que entretanto arrefeceu um pouco, junte as natas de côco, e os iogurtes e mexa bem, junte o côco ralado e as claras envolvendo em movimentos circulares de cima para baixo, mexendo só o suficiente para misturar.
Verta em tacinhas ou numa única taça ou forma de aro amovível e leve ao frio para solidificar.
Basta 30 minutos para estar pronta! se levar ao congelador pode ser mais rápido ainda!
Polvilhe com côco ralado para decorar e sirva bem fresquinha...







Admire bem esta textura ... parece uma nuvem ...
 é um sonho bom levar esta colher à boca,
 fechar os olhos e sentir-se nas nuvens! ...

Desculpe o batalhão de fotos, mas não consegui resistir :D estão tão lindas!
Espero que goste! ;)
By Carla


**********

Nesta receita usei natas vegetais de côco da Alpro que ajudaram esta sobremesa a ter uma cremosidade e arôma delicioso a côco ...
As novas natas vegetais da Alpro têm sido uma agradável surpresa!
Já conhecia as natas de soja que não dispenso na preparação dos meus cozinhados! Desde que as conheci nunca mais usei outras na preparação dos meus pratos salgados com natas...
Recentemente descobri as Natas vegetais de arroz que me deixaram verdadeiramente rendidas, têm uma consistência mais espessa que as de soja e com um sabor bem neutro que se adapta perfeitamente ao prato que está a cozinhar, deixando-o bem cremoso ... e mais saudável! ;)
Experimentem que não se vão arrepender!

segunda-feira, 24 de agosto de 2015

Mousse de Ananás


havia uma lata de leite condensado perdida na dispensa ...
quem me conhece bem sabe que não sou muito adepta de leite condensado (parece um crime, eu sei :p )

mas bom ... voltando ao assunto ... uma lata de leite condensado, aliada à vontade de uma mousse e a perdição do meu filhote por ananás ... só podia sair uma deliciosa...

Mousse de Ananás


andava de olho nesta receita que vi no Blog da Mariana Receitas para a Felicidade ...

e mãos à obra com a certeza que ia ser um sucesso e não me enganei! 

Transcrevo a receita com algumas alterações:

Ingredientes:
- 1 lata de leite condensado (usei light)
- 5 ovos (usei 7 ovos)                                            
- 1 lata grande de ananás em calda                                 
- 2 pacotes de gelatina ananás (usei sem açúcar da Condi)
- 200 ml de água fria   
- 300 ml de leite frio                                             
- 1 pacote de natas agros

Preparação:
Abra a lata de ananás, reserve o sumo, separe 2 fatias para decoração e triture grosseiramente as restantes fatias.
Leve ao lume todo o sumo do ananás da lata e quando estiver quente, junte o pó das gelatinas, mexendo sempre até dissolver por completo. Junte a água fria  e o leite, verta o preparado para a taça de servir e reserve até arrefecer (coloquei em banho maria em água fria).

Entretanto, no mesmo tachinho, verta o leite condensado e misture bem as gemas. Leve ao lume, mexendo sempre, sem deixar ferver, apenas até engrossar um pouco. Assim que estiver no ponto, retire de imediato do lume e verta para uma taça que possa colocar em banho maria em água fria, mexendo de vez em quando até arrefecer completamente.
Bata as claras em castelo bem firmes (aqui juntei umas pedrinhas de flor de sal Marnoto para ficarem bem firmes) e de seguida bata as natas (gosto das natas agros pois ficam bem firmes como gosto). E mantenha ambas no frigorifico até ao momento de usar.
Após o creme de leite condensado arrefecer junte a gelatina, que também já deve estar fria e mexa bem, depois junte as natas envolvendo mais ao de leve com um fouet e em seguida faça o mesmo ás claras. 
Junte delicadamente o ananás triturado que reservou.
Tape com película aderente e leve ao frigorífico por algumas horas.
Após solidificar decore a gosto com ananás que reservou. 
Sirva esta deliciosa e perfumada mousse bem fresca.




olhem só para esta textura! :p


Espero que gostem tanto como eu!
By Carla

domingo, 23 de agosto de 2015

Bolo e Madalenas de Courgette e Tomate


combinações e sabores improváveis é comigo ... tenho de experimentar tudo :)

hoje trago-vos mais um bolinho fofinho, tão janota e muito bom ...
mais uma vez ninguém acredita nem adivinha seus ingredientes principais :p



trata-se do Bolo de Courgette e Tomate
aproveitei para estrear as minhas formas de madalenas, que adquiri na Ametalurgica ficaram tão fofinhas e lindas <3 font="">



Ingredientes:
- 4 ovos
- 1,5 chávena de açúcar (roubei um pouco :p)
- 2 chávenas de courgette ralada
- 1 tomate pequeno bem maduro
- 2 chávenas de farinha
- 1 colher de chá bem cheia de fermento
- 1 colheres de sopa de sementes de papoila

Preparação:
Rale a courgette, pele o tomate e retire as sementes e coloque-os na liquidificadora. Junte os ovos e triture tudo muito bem.
Transfira este creme para um recipiente e misture bem o açúcar e as sementes de papoila. Junte a farinha com o fermento cuidadosamente.
Verta sobre uma forma untada e leve ao forno a cozer.



 olhem só para a fofura das madalenas :p


foram um acompanhamento perfeito para o lanche à beira rio :)
que acham do meu roll eat?
eu estou rendida a este guardanapo lindo, super útil ... perfeito para acondicionar sandwiches bolos e afins para transportar ... e depois de aberto serve-nos perfeitamente de individual!
Recomendo! encontram aqui na pegada verde, estes e outros artigos perfeitos para o dia a dia!


Espero que gostem tanto quanto eu!
By Carla

sábado, 8 de agosto de 2015

Bolo de Tomate


surpreendentemente fôfo, este bolo encanta!
não pode deixar de experimentar! 
esta foi uma das primeiras receitas que conheci da autoria de  A Minha Cozinha - Clara de Sousa
e tenho a dizer, que feliz encontro!
adoro este bolinho e tantas outras suas receitas :)


sem mais demoras transcrevo a receita do 
Bolo de Tomate
 (com as minhas alterações :)

Ingredientes:
- 4 ovos
- 200g de açúcar 
- 1 chávena de polpa de tomate (225ml) ---> usei tomate caseiro fresco
- 200g de farinha de trigo para bolos
- 1 colher de sobremesa de fermento em pó

Preparação:
Pele e retire as sementes do tomate e triture com a varinha mágica ou liquidificadora e reserve.
Bata os ovos inteiros em velocidade alta até ficar uma massa muito alta e fofa.
Sem parar de bater junte o açúcar e deixe bater mais um pouco para envolver bem.
À mão, envolva a polpa de tomate.
Junte a farinha com o fermento em pó e peneire-a para a massa, envolvendo sempre.
Verta a massa numa forma untada e enfarinhada e leve a forno pré-aquecido a 180º durante 40 a 45 minutos.
Faça o teste do palito, retire do forno e desenforme.

Pode optar por fazer uma calda para o bolo. Eu gosto de come-lo simples e de polvilhar com côco ralado.

Nota: os ovos que usei são caseiros, dai a cor dele não ser tão rosada ;)



Espero que gostem!

By Carla

Bolo de Courgete e Alfarroba



Ingredientes:
- 4 ovos
- 1,5 chávena de açúcar
- 2 chávenas de courgette ralada
- 2 chávenas de farinha
- 1 colher de chá bem cheia de fermento
- 2 colheres de sopa de farinha de alfarroba

Preparação:
Rale a courgette e coloque-a na liquidificadora. Junte 2 ovos e triture tudo muito bem. Reserve.
Bata bem os outros 2 ovos com o açúcar, junte o preparado da courgette  e a farinha de alfarroba e mexa.
Junte a farinha com o fermento cuidadosamente.
Verta sobre uma forma untada e leve ao forno a cozer.




Simples e delicioso :)

espero que gostem!

By Carla

domingo, 2 de agosto de 2015

Courgette recheada



posso dizer que a courgette é o meu legume preferido :p
consigo usa-la em variadíssimos pratos na minha cozinha... desde sopas, guizados, estufados, assados, compota, bolos... etc...
tem um sabor bastante neutro, e adequa-se a qualquer tempero que queiramos usar :)
torna os molhos mais cremo
sos, os bolos mais fofos e saudáveis... as sopas bem aveludadas ...
adoro ...

e há muito que prometi deixar receitinha da minha Courgette recheada preferida, e hoje foi o dia!

Aconselho a usarem uma gordinha para que receba recheio suficiente para toda a família:)
podem rechear com carne ou peixe ... e acrescentar os legumes que preferirem...
a minha preferida é com atum ou salsicha,
 hoje trouxe-vos a receita da
 Courgette recheada com salsicha


INGREDIENTES:
- 1 courgette
- cenoura ralada
- beterraba vermelha ralada
- milho a gosto
- 1 lata de cogumelos laminados (prefiro frescos, mas não tinha)
- salsichas (usei salsichas Baviera do mini preço, são as únicas que gosto :p)
- azeite qb
- polpa tomate qb
- alho qb
- cebola picada a gosto
- vinho branco a gosto
- pimenta a gosto
- natas vegetais de arroz alpro (facultativo)
- Sal marinho tradicional Marnoto
- mistura de queijos ralados qb
- azeitonas (facultativo)


PREPARAÇÃO:
peque na sua courgette e coloque-a na bancada pousada para ver a posição que deve cortar para que fique com a concavidade direita quando estiver recheada para não verter.
Se a courgette não for grande e não der para usar as 2 partes, pode cortar uma parte mais estreita, o suficiente que dê para retirar o miolo e que fique com concavidade maior.
retire as sementes e com a ajuda de uma colher de gelados, cuidadosamente para não ferir a casca, retire o máximo de miolo que conseguir e reserve-o.
Eu gosto sempre de cozer  ligeiramente a carcaça da courgette enquanto preparo o recheio, assim, fica totalmente comestível e o tempo de confecção no forno reduz bastante. Então escolha uma panela onde ela caiba e deixe cozinhar uns minutos. Se não couber, vire a carcaça a meio da cozedura.
Entretanto, coloque uma panela ao lume com o azeite a polpa de tomate a cebola e o alho. Pique miudinho a polpa da courgette que reservou e junte à panela, misture bem. Rale a cenoura e a beterraba e junte também. Tempere com um pouco de sal e pimenta e refresque com um golpe de vinho. Mexa, tape e deixe cozinhar mexendo de vez em quando.
Corte as salsichas em pedacinhos pequenos e junte na panela mais o milho e os cogumelos. Regue com natas vegetais de arroz , envolva tudo muito bem, retifique os temperos, tape e deixe cozinhar mais um pouco. O molho deve estar cremoso e espesso e não deve estar abundante. Desligue está pronto para rechear.
Coloque a carcaça da courgette numa assadeira para levar ao forno. Coloque o recheio e calque para que este fique bem compacto. Leve ao forno quente uns 15 minutos. Retire, polvilhe generosamente com mistura de queijos ralados, coloque azeitonas por cima e volte a levar ao forno para gratinar.
Retire e sirva de imediato com arroz branco ou puré e salada.



Espero que gostem!
By Carla

____________________

nesta receita usei natas vegetais de arroz da alpro
tenho-me surpreendido positivamente acerca destas natas vegetais! São mais espessas que as natas de soja e fazem com que os cozinhados fiquem igualmente cremosos e mais saudáveis!

usei também o Sal Marinho Tradicional da Marnoto da Necton, que enaltece sem duvida o sabor dos alimentos que cozinho :)


obrigada à Alpro e à Necton pelas ofertas.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger... >